04.09.2014 - 16:21
Defensor de Direitos Humanos é homenageado na Alepe
Por Pedro Pinheiro - Responsável Jô Lima / Ass. de Imprensa da SEDSDH
O Cacique Marcos Xukuru recebeu a Medalha Leão do Norte, Classe Ouro, em Direitos Humanos, pelo reconhecimento da atuação em defesa da causa dos povos indígenas

A tribo Xukuru de Ororubá, localizada no município de Pesqueira, Agreste do Estado, tem em seu cacique, Marcos Xukuru, uma das personalidades mais importantes do país na luta pela defesa das causas indígenas. Ontem (03), a Assembléia Legislativa de Pernambuco – Alepe, em reconhecimento a esta atuação, homenageou Marquinhos, como é mais conhecido, com a Medalha Leão do Norte, Classe Ouro.

A solenidade foi conduzida pelo presidente da Alepe, o deputado Guilherme Uchoa, que ressaltou a importância de Marquinhos à causa indígena, pelos seus feitos e conquistas, fato que motivou o reconhecimento do Poder Legislativo Estadual.

O cacique recebeu das mãos do deputado Isaltino Nascimento a Medalha Leão do Norte - Classe Ouro, Mérito Direitos Humanos Herbert de Souza, em apoio à luta em prol da defesa dos povos indígenas. 

Considerado defensor dos direitos humanos, Marquinhos Xukuru é ameaçado de morte pela sua atuação no enfrentamento ao processo de demarcação do território Xukuru. Atualmente ele recebe proteção do Estado por meio do Programa Estadual de Proteção aos Defensores/as de Direitos Humanos – PEPDDH/PE, da Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos - SEDSDH, coordenado pela sua executiva de Justiça e Direitos Humanos - SEJUDH. Marquinhos denunciou à Organização dos Estados Americanos - OEA, as ameaças, atentados, assassinatos e perseguições que atingem os índios do Brasil.

Dentre as autoridades presentes à sessão solene, destaque para secretário Executivo Paulo Moraes, na ocasião representando o secretário de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, Bernardo D’Almeida.

PEPDDH/PE - O Programa Estadual de Proteção aos Defensores/as de Direitos Humanos de Pernambuco, além de assegurar a integridade física dos protegidos através de equipamentos de segurança, acompanha todo processo do defensor e sua atuação.

No caso específico de Marcos Xukuru, o programa contribui dando visibilidade ao cacicado exercido e a organização sócio-política do líder dentro da etnia, em suas ações de enfrentamento em defesa dos povos indígenas de Pernambuco.

Marquinhos figura entre os 33 defensores dos direitos humanos inseridos no PEPDDH/PE. Recentemente foi referendado pelo movimento indigenista  e pelo programa para participar da Conferência Mundial dos Povos Indígenas que acontecerá neste mês de setembro em Nova Iorque (EUA) para discutir com povos do mundo uma pauta voltada aos interesses indígenas.

Voltar